sábado, 11 de junho de 2016

Hoje é dia de alegria



Há tanta alegria, tanta coisa boa, tanta energia positiva a pairar neste momento, que não quero ir dormir, não quero parar de absorver isto.
É só futebol. É. Eu própria não me considero adepta. Não segui os jogos todos. Não sei o nome de todos os jogadores da seleção sequer. Não percebo grande coisa de futebol. Mas não há como ficar indiferente a esta espécie de magia que une tantas pessoas diferentes e deixa uma nação tão feliz e orgulhosa, apesar de todos os fa(r)dos que carrega.
Infelizmente, continuo a assistir também a comentários de pessimistas, que, lá do alto do seu intelecto, acham que somos todos burros porque celebramos uma coisa "irrelevante", enquanto o país continua a afundar-se noutras áreas que afetam a nossa vida de forma mais direta. Pois olhem, ninguém quer saber do vosso mimimi! Mais importante do que o motivo desta boa energia ser do âmbito do entretenimento ou da política, é o seu efeito nas pessoas. E este efeito é inegavelmente positivo. Temos a opção de ser pobres mas felizes com as coisas boas que vão acontecendo, ou pobres de espírito e infelizes com tudo. Portanto, podem fazer um favor à sociedade e ir cortar os pulsos e nunca nunca nunca mais ficarem contentes com nada até estarmos todos ricos, com a crise ultrapassada, e um sistema de saúde e de educação perfeitos. Até lá, boa sorte com isso!
Portugal hoje está de parabéns, e isso é muito bom para todos nós enquanto sociedade! Felizmente, a alegria de uma nação é mais contagiante do que o negativismo de quem vê sempre o copo meio vazio. E a alegria de hoje é daquelas que vale muito a pena absorver. E por isso, hoje eu não quero ir dormir.